As Palavras Fugiram: Resenha: Mistérios Noturnos - J. R. Ward, Sherrilyn Kenyon, Susan Squires, Dianna Love

Título Original: Dead after Dark
ISBN: 9788579303296
Páginas: 416
Editora: Universo dos Livros
Ano: 2012
Avaliação:

"Mistérios Noturnos" reúne contos das quatro maiores autoras do romance erótico contemporâneo. Quem é fã da Irmandade da Adaga Negra não pode perder essas histórias de paixões arrebatadoras e criaturas fantásticas. Em um só livro, Sherrilyn Kenyon, J. R. Ward, Susan Squires e Dianna Love revelam aventuras eletrizantes. Vampiros apaixonados que lutam pela sobrevivência da espécie, bruxas sensuais e perigosas e um clã de lobisomens para lá de especial surpreendem a cada virada de página. Uma coletânea irresistível!


Mistérios Noturnos foi bem diferente do que eu estava esperando, mas não de uma maneira ruim. Na verdade o livro me surpreendeu, primeiro porque eu nunca tinha lido nada das autoras e segundo porque a cada conto você mergulha num universo completamente diferente, é muito legal.

Quero apenas deixar bem claro que este livro é totalmente +18, todos os contos têm cenas explicitas demais para menores mas têm também uma história coerente por trás. O que quero dizer é que o conto não é apenas cenas quentes, tem uma razão para isso acontecer, todo um enredo que torna o conto bom.
Acho que deve ser por isso que as autoras são tão conhecidas, elas conseguem encaixar esse tipo de cena sem parecer forçado.

Fiquei achando que os contos são pequenas histórias paralelas das sagas originais das autoras, afinal já existe todo um universo criado e você mergulha diretamente no meio dele, sem dó nem piedade você vai ter que descobrir por conta própria o que são Beladores e Companions, ou então não descobrir e ficar curioso.

Depois de ler Mistérios Noturnos fiquei pensando na capacidade fantástica que a autoras têm de prender sua atenção e criar histórias tão boas em poucas páginas. Agora finalmente me animei para ler toda a saga da J. R. Ward, a Dark Hunters de Sherrily Kenyon e procurar sobre as sagas das outras autoras, tenho a certeza que vai valer a pena.

Para ler mini-resenhas de cada conto é só clicar no botão Mais ;)





J. R. Ward - História Familiar

Acho que este foi o conto que mais gostei, não só pela história, mas pelo universo em que você se encontra. Este conto foi o mais fácil de entender, não tem nada de nomes estranhos inventados pela autora nem seres que você nunca ouviu falar, o foco desta história é um vampiro, e vampiros já se tornaram tão comuns em nossas leituras que acabamos já sabendo tudo sobre eles e acabamos nos situando bem na história.
A J. R. Ward te deixa com vontade de ler a saga inteira dela por este conto apenas.

Sherrilyn Kenyon - A Sombra da Lua

Este é mais um que eu quero muito ler se for uma saga, adorei a criatividade da autora e o universo que somos situados. Afinal não é todos os dias que algo que você sempre se perguntou porquê não existia em livros aparece bem na sua frente (afinal se existem lobisomens, porquê não podem existir ursos ou leões que se transformam em homens também?). Este conto é sobre os Katagaria (lobos que se transformam em humanos) e Arcadianos (humanos que se transformam em animais, no caso lobos também), mas especificamente sobre um lobo chamado Fury.
Este conto é um pouco mais difícil de entender, mas ao longo dele você vai descobrindo mais coisas e acaba entendendo tudo.

Além da Noite – Susan Squires

Acho que os contos foram em ordem crescente de dificuldade de entendimento, este foi mais difícil que o anterior, mas muito mais fácil que o ultimo. Você não vai ter todas as respostas mas tem o necessário para que você entenda este conto especifico, apenas não vai entender totalmente o universo.
Este conto vai ser sobre um outro tipo de vampiro, um tipo menos ‘padrão’ por assim dizer. Foi o conto mais triste na minha opinião.


Beijo de Adeus à Meia Noite – Diana Love

Este ultimo foi uma confusão total, além de serem criaturas criadas pela autora, o que significa que você não sabe nada sobre elas, há também muitos nomes estranhos que deixam a sensação que você deveria saber mais sobre aquele universo antes.
Você suspira de alivio por um pouco é quando aparecem as bruxas, uma pitada de esteriótipo surge na história e você ganha esperança que vai entender o resto, só que não.
Tirando o fato dessas coisas que você fica meio boiando (sério, preciso pesquisar mais sobre isso) mas o romance retratado no conto é muito bonito e te deixa com gostinho de quero mais.

1 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores