As Palavras Fugiram: Resenha: Bruxos e Bruxas - James Patterson

Autores: James Patterson e Gabrielle Charbonnet
Título Original: Witch and Wizard
ISBN: 9788581632216
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Redes Sociais: Skoob; Facebook.
Avaliação:
No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

Bruxos e Bruxas contam a história de dois irmão, Wisty e Whit, que são arrastados de sua casa ao meio da noite e acusados de bruxaria, crime do qual eles têm a certeza ser inocentes.
Claro que isso só poderia acontecer num futuro distópico - o mundo foi dominado por um partido politico chamado Nova Ordem que decretou que todos os menores de 18 anos não são confiáveis, entre outras coisas normais de partidos opressores, nada de liberdade de expressão e raptos inexplicáveis.

Sinceramente esperava mais do livro. Achei a escrita bem simples, o que tem seus pontos fortes e fracos, por exemplo: para mim foi péssimo, mas se me dessem este livro á 9 ou 10 anos atrás eu iria adorá-lo. A escrita é básica e as piadas são infantis, mas esse é o objetivo, é um livro para crianças, pelo menos a meu ver.
Uma coisa que eu gostei foi a maneira que a história foi contada - alguns capítulos são narrados por Whisty, outros por Whit - o que faz a história fluir tranquilamente e não a deixa tediosa.
Os personagens também são bem superficiais, eles nos prendem um pouco, pela diversão, mas não cheguei a me apegar a nenhum deles.

A história em si é interessante, tinha muito potencial, mas a infantilização estragou para mim. Existem clichês a mais e soluções vindo do nada um pouco a mais também.
Mas porquê então a avaliação de 3 ♥ e não menos?
Simples, é um livro divertidinho. Acho que é um livro ótimo para fazer crianças e adolescentes criarem gosto pela leitura, já que os protagonistas têm 14/17 anos, um deles é uma garota e o outro é um garoto, acho que isso criará um elo maior com o qual leitores mas jovens talvez se identifiquem com mais facilidade.

A diagramação está muito bem caprichada e não encontrei nenhum erro de digitação, sem contar que a capa é linda.
Outra coisa que quero ressaltar é o marketing feito pela editora para divulgação deste livro - foi muito bom! Foi feita uma mobilização dos parceiros e criada uma verdadeira caça elas redes sociais para intrigar e animar as pessoas, o que eu achei muito interessante.
Com o segundo livro sendo lançado - O Dom - as brincadeiras começaram novamente, então não deixem de conferir o facebook da Nova Ordem.

Resumindo: Recomendo sim, mas não espere o livro mais profundo do mundo. Considero um presente interessante para iniciar as pessoas na leitura pois a história é sim empolgante, só não me empolgou a mim, especificamente.
Alguém mais leu? Quais foram suas opiniões?

2 Comentários:

Menu

Siga o blog

Follow As Palavras Fugiram

Ultimas Resenhas



Skoob

Receba a newsletter

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Blogs Parceiros

my dear library


Mais parceiros >>

Editoras Parceiras

Eu participo...

Classificação

Não perca seu tempo

É mais ou menos

Bom

Muito bom!!

Leitura obrigatória ;D

Seguidores